sexta-feira, 22 de julho de 2011

XIV Festival Nacional 5 minutos


Clique aqui e inscreva-se!!!

Inscrições prorrogadas até 12 de agosto!!!

O FESTIVAL


Mais um novembro. E como acontece todos os anos, durante cinco dias, Salvador se transforma na capital nacional dos vídeos de curta duração.

É hora de ligar as antenas, conferir e participar da programação do Festival Nacional 5 Minutos – uma verdadeira vitrine da mais recente produção audiovisual brasileira em curtíssimo formato.

Em 2011 o 5 Minutos chega à sua 14ª edição, aberto a vídeos de temática livre e com duração máxima de cinco minutos, o festival oferece um total de 30 mil reais em prêmios.

O 1º lugar recebe prêmio no valor de R$ 10.000,00 (dez mil reais), o 2º lugar, R$ 8.000,00 (oito mil reais), o 3º lugar,  R$ 6.000,00 (seis mil reais). 


Também são distribuídos prêmios para o Melhor Vídeo de Jovem Realizador, escolhido dentre os participantes que tenham no máximo 21 (vinte e um) anos completados até 31/12/11, e para o vídeo mais votado pelo Júri Popular, ambos, com valor de R$ 3.000,00 (três mil reais)


Contando com uma programação múltipla e diversificada, o festival promete movimentar o cenário audiovisual baiano, com mostras de vídeo, oficinas, exposições, shows e atividades interativas, num passeio através das mais diversas telas e formatos – cinema, vídeo, jogos eletrônicos, mídias móveis, internet.


Então se prepare: a viagem começa no dia 01 de novembro, com uma sessão especial de abertura, e só termina no dia 05, com o anúncio e premiação dos vencedores. Entre um extremo e outro, muita diversão, música, informação e filmes na tela do cinema e da tv!


Participe. Opine. Vote. Liberte suas idéias!


Informações:
(71) 3116 8100 / 8143

quinta-feira, 21 de julho de 2011

quarta-feira, 20 de julho de 2011

9 escritores que previram o futuro

Ana Carolina Prado 

Esqueça Nostradamus e aquele cara que disse que o mundo ia acabar em maio deste ano. As profecias mais acertadas sobre o futuro vieram dos escritores de ficção. Às vezes a exatidão de detalhes é impressionante, como no caso da ida do homem à Lua, antecipada por Júlio Verne. Alguns dos autores até reconheceram que fariam fortuna se tivessem patenteado algumas de suas invenções visionárias. Quer ver?

Júlio Verne (1828-1905)

Julio Verne foi um dos pioneiros do futurismo e previu a existência de viagens espaciais, submarinos, helicópteros e satélites. Em 1869, o escritor francês imaginou um submarino que utilizava um combustível eficiente e praticamente inesgotável. A ideia se concretizou em 1955, com o primeiro submarino de verdade movido por propulsão nuclear. Ele recebeu o nome de Nautilus em homenagem ao veículo descrito por Verne.

A descrição de uma viagem à Lua também foi quase profética: o livro Da Terra à Lua (1865) é praticamente um rascunho do que ocorreu de fato com o projeto americano Apollo, em 1969. A duração da jornada (97 horas na ficção e 103, na realidade), o número de tripulantes (três), os locais de lançamento (a Flórida) e de pouso (o Mar da Tranqüilidade, na Lua), tudo parece ter sido previsto um século antes. A cápsula de Verne, em forma de bala, media 4,8m de altura e 2,7m de diâmetro. A Apollo media 3,7m de altura e 3,9m de diâmetro. Até mesmo o regresso à Terra, com o pouso no Pacífico e o resgate por um navio, é igual.

HG Wells ( 1866 – 1946)

A lista de invenções e ideias de Wells que se tornaram realidade é impressionante. Em Guerra dos Mundos (1898), ele descreve o laser e, em When the sleeper wakes (1899), fala de portas automáticas. Wells não descreveu especificamente o celular, mas falou de um futuro em que as pessoas usariam meios de comunicação sem fios e correios de voz em alguns de seus romances. Suas “previsões” sobre a guerra também foram impressionantes. Tanques, bombardeamentos aéreos e mesmo bombas nucleares já estavam descritos em seus livros.

Arthur C. Clarke (1917 – 2008)

Ele próprio confessa que teria ficado rico se tivesse patenteado a idéia dos satélites em órbita fixa ao redor da Terra. A sugestão foi apresentada em um artigo de 1945, como um meio de melhorar as telecomunicações. O conto A Sentinela (1951) deu origem a 2001: Uma Odisséia no Espaço, filme de 1968 de Stanley Kubrick sobre o supercomputador HAL 9000, que comanda uma espaçonave, adquire vontade própria e começa a eliminar os tripulantes. O filme prevê os computadores capazes de derrotar o homem no xadrez (coisa que aconteceu em 1997, quando um supercomputador da IBM bateu o campeão de xadrez Gari Kasparov em um tira-teima) e mostra uma cidade orbital quase igual à Estação Espacial Internacional.

Até o iPad já tinha sido “previsto” por Clarke. No livro 2001, escrito em 1968, baseado no script que ele escreveu para o filme de Stanley Kubrick, o protagonista utiliza algo chamado Newspad, um computador usado basicamente para exibir conteúdo como jornais, atualizados automaticamente, durante uma viagem.

Cyrano de Bergerac (1619 – 1655)

O escritor e duelista francês existiu de verdade e, sim, tinha um enorme nariz (mas isso não é relevante). Em pleno século 17, ele descreveu em uma de suas obras algo que se parecia com um gravador: uma caixa que permitia “ler com as orelhas”. E vai mais longe: em Viagem à lua (1650), ele fala de uma nave dividida em várias partes que se queimavam sucessivamente, até situar a cápsula tripulada em órbita. Parece familiar? A ideia foi retomada por Julio Verne em Da Terra à Lua, de 1865.

Aldous Huxley (1894-1963)

A obra mais famosa do escritor inglês, Admirável Mundo Novo (1932), descreve um cenário sombrio em que a casta dirigente recorre à lavagem cerebral e à manipulação genética para manter a população idiota. O livro prevê a liberação sexual dos anos 60, as drogas químicas, a clonagem e até a realidade virtual, que ali aparece com o nome de cinema-sensível. Fora todas as outras associações possíveis entre o “mundo novo” de Huxley e o nosso.

Geoffrey Hoyle (1942)

O escritor britânico nascido em 1942 escreveu o livro 2010: Living in the Future em 1972 e antecipou boa parte da tecnologia do século 21. Webcams, compras pela internet, ensino à distância, bibliotecas digitais, estava tudo lá. Olha a descrição de uma sala com acervo digital em uma biblioteca do futuro: “Os livros, filmes e jornais estão todos armazenados no computador da biblioteca. Primeiro você acessa o índice de biblioteca. Este arquivo contém todos os livros que já foram escritos. Não importa se eles foram primeiro escritos em chinês ou francês. Eles vão estar aqui, traduzidos para o Inglês. Há também um índice de filmes e jornais.”

Na descrição de Hoyle, você pode até virar as páginas usando botões e acessar qualquer livro em sua própria casa. Ele previu até o déficit de atenção das pessoas do futuro: “Enquanto você está na biblioteca, você pode querer ver alguns filmes de viagem para lhe ajudar a decidir para onde irá nas próximas férias. (…) Até mesmo se você estiver sozinho em sua casa, você pode conversar com seus amigos durante a aula. É so digitar o número de um amigo e o seu rosto aparece no canto da tela”. Gente!

Dá para ler o livro nesse tumblr (em inglês): http://2010book.tumblr.com/

George Orwell (1903 – 1950)

A expressão Big Brother surgiu no romance 1984 (1948), em que o autor britânico antevê as paranoias que se tornariam realidade com as câmeras de vigilância espalhadas hoje por todo lado. O adjetivo “orwelliano” cabe a todo regime totalitário que altera fatos históricos a seu favor e só acredita na paz por meio da guerra. Fora que o autor inspirou um dos reality shows mais famosos do mundo.

Ray Bradbury (1920)

No livro Fahrenheit 451 (de 1953), Bradbury imagina os EUA dos anos 90 como uma sociedade hedonista e anti-intelectual, onde é proibido ler livros. Nesse mundo, todo trabalhador sonha em comprar sua “televisão de parede”, uma sala com projeções 3D e um sistema de som multicanal, onde as pessoas se sentem imersas na transmissão de espetáculos musicais ou competições que testam seu conhecimento sobre cultura popular, e onde os atores de suas séries preferidas são chamados de família. Detalhe: quando Fahrenheit foi lançado, em 1953, a televisão colorida havia sido lançada nos EUA fazia apenas 3 anos e ainda era extremamente cara. Tecnologias como o laserdisc e sistemas de som multicanal, que iriam tornar possível os home theaters, só surgiram na década de 1980. E o melhor: Bradbury ainda está bem vivo e já viu suas previsões acontecerem.

Johann Wolfgang von Goethe (1749 – 1832)

Além da literatura, Goethe se interessava muito por ciência e deixou trabalhos importantes em campos como botânica, física, química e até meteorologia. E ele previu um retrato acertado sobre o mundo atual também. Em Fausto, Goethe antecipou a questão ambiental que o homem enfrenta hoje, destruindo a natureza em prol de um suposto desenvolvimento da civilização. No romance  Os anos de peregrinação de Wilhelm Meister, ele cunhou o termo ‘velocífero’, mistura das palavras “velocidade” e “Lúcifer”, para se referir a um mundo frenético de velocidade demoníaca.

Notícias rapidinhas de cinema XXXVIII


1. Na onde de adaptações épicas, como "Conan - O bárbaro", a história de Spartacus, o escravo que liderou uma revolta contra o Império Romano, voltará ao cinema em uma nova versão. O projeto está sendo comandado pelo produtor Graham King ("O Turista", "O Aviador") com ajuda do roteirista Michael B Gordon, de "300". O roteiro vai manter a essência da história, mas tentar ser mais fiel aos fatos e dar mais espaço para o contexto histórico. A versão mais famosa da história de Spartacus foi dirigida por Stanley Kubrick em 1960 e teve Kirk Douglas no papel principal. Em 2010, foi produzida uma série para a TV sobre o mesmo tema.  

2. Ralph Fiennes (o vilão Valdemort de Harry Potter) planeja seu próximo trabalho como diretor. Ele quer contar a história de um polêmico caso amoroso vivido pelo escritor britânico Charles Dickens (“Oliver Twist”, “David Coperfield”). Para o papel são cogitados os nomes de Daniel Day-Lewis e Ben Whishaw. Para a amante, muitas jovens atrizes estão sendo cortejadas: Carey Mulligan,  Imogen Poots, Abbie Cornish e Felicity Jones. Ainda não há data de estreia para “The Invisible Woman”, mas dificilmente o filme será lançado antes de 2013.

3. A vida da ex-primeira-dama da Argentina, Evita Perón, já foi levada várias vezes ao cinema. Sua história já virou peça de teatro, musical (com a Madonna), filme e, agora, irá virar um longa-metragem de animação. "Eva de la Argentina" será dirigido pela jornalista María Seoane e já está em etapa de produção. 

4. Os atores Rhys Ifans e Javier Bardem farão parte do elenco do novo 007 - "Bond 23" -, dirigido por Sam Mendes. Bardem estaria confirmado para fazer o principal vilão do longa, que será rodado em parte na África do Sul. A atriz Naomie Harris deve interpretar a personagem Miss Moneypenny no longa e Ralph Fiennes também está no elenco. Apesar de ter tido sua produção atrasada em um ano por conta de dívidas do estúdio MGM, "Bond 23" está em produção e tem estreia no Reino Unido prevista para 26 de outubro de 2012. 

5. "The Brothers Grimm: Snow White" anunciou a contratação do ator Sean Bean (o Boromir de "O Senhor dos Anéis") como intérprete do Rei na nova versão da história da Branca de Neve para as telonas.  No elenco estão também Lily Collins, Julia Roberts, Armie Hammer e Nathan Lane. As filmagens de Snow White começaram no final do mês passado e acontecem em Montreal, no Canadá. Dirigida por Tarsem Singh (Imortais), a produção tem lançamento previsto nos Estados Unidos para o dia 16 de março de 2012. 

6. O musical "Rock of Ages", que está sendo filmado em Miami com Tom Cruise e é ambientado no mundo do rock dos anos 1980, reuniu 5 mil extras em um estádio para a gravação de uma cena na qual o ator canta algumas canções. O astro interpreta no musical a estrela do rock Stacee Jaxx, que canta no palco do estádio Sun Life de Miami Gardens uma versão da música de Bon Jovi "Wanted Dead or Alive", além de outras canções com os atores Julianne Hough e Diego Boneta. O novo filme de Cruise conta ainda com Russell Brand, Alec Baldwin, Paul Giamatti e Catherine Zeta-Jones. O filme, baseado em um musical da Broadway, conta a história de uma jovem em busca de um sonho (Hough) que chega a Hollywood durante os anos 1980, algo que muda sua vida totalmente. O musical será exibido nos cinemas provavelmente a partir de junho de 2012 e será distribuído pela Warner Bros.

7. Além de ser o pai biológico de Superman em “Man of Steel”, Kevin Costner negocia uma participação em “Django Unchained”, de Quentin Tarantino. No faroeste espaguete estrelado por Jamie Foxx no papel-títlulo, Kevin Costner interpretaria o malvado Ace Woody. Seu personagem é o responsável por manter os escravos na linha: os homens entretêm os brancos em rixas e as mulheres são forçadas a se prostituir. “Django Unchained” conta a história de um escravo rebelde que tenta libertar sua esposa das garras de um fazendeiro. O elenco também tem Christoph Waltz e Samuel L. Jackson. Ainda não foi escalada uma atriz para interpretar Broomhilda, a mulher de Django. “Django Unchained” está programado para estrear nos Estados Unidos em 25 de dezembro de 2012. 

8. "Cloud Atlas" é o novo longa dos irmãos Wachowski (Matrix) e Tom Tykwer (Corra, Lola, Corra) e é a produção alemã mais cara de todos os tempos: previsto para aproximar-se de 100 milhões de dólares, o orçamento do filme recebeu um “auxílio adicional” de 50 milhões. No elenco estão Tom Hanks, Hugo Weaving, Susan Sarandon, Halle Berry, Ben Wishaw e Jim Broadbent, além da recém confirmada atriz sul-coreana Bae Doona. A produção do longa terá início no próximo mês de setembro e especula-se que o longa chegará aos cinemas no fim de 2012.

9. William H. Macy (Magnólia) está fora da adaptação do romance "Freaky Deaky", de Elmore Leonard. De acordo com a Variety, o ator Crispin Glover será o substituto de Macy e interpretará Woody, um produtor de Hollywood cheio de problemas causados pelo alcoolismo.

10. "Amor a Toda Prova" chega aos cinemas norte-americanos na próxima semana. A comédia é estrelada por Ryan Gosling (Namorados Para Sempre), Steve Carell (O Virgem de 40 Anos), Julianne Moore (Ensaio Sobre a Cegueira),Emma Stone (Zumbilândia), Marisa Tomei (O Lutador) e Kevin Bacon (X-Men: Primeira Classe).

º8 Cine Fest Votorantim

Matéria original aqui.


Atenção! Já estão abertas as inscrições para o 8º CineFest Votorantim 2011, que ocorre entre os dias 12 a 20 de novembro, com premiação em dinheiro e troféu para o Melhor Curta de ficção, regional, ambiental, animação e documentário.

Os interessados poderão inscrever curtas-metragens até o dia 31 de agosto. Serão aceitos trabalhos em qualquer formato, com duração máxima de até 20 minutos para obra de ficção e 30 minutos para documentários. Só existem duas condições limitantes: os filmes produzidos a partir de 2009 e que não participaram das edições anteriores do festival.

Além da Mostra Nacional Competitiva, o festival também é composto por uma mostra de longas nacionais, mostra regional, com obras realizadas na região, exibições em espaços públicos e alternativos, a mostra Curtas nos Bairros, com exibição de curtas nos bairros da cidade em tendas especialmente montadas para projeção, mostra de vídeos ambientais, debates entre público e realizadores, oficinas e workshops na área de cinema e vídeo.

A ficha de inscrição está no site do festival e deve ser preenchida, assinada e enviada juntamente com o DVD da obra identificados com nome do curta e nome do diretor. O endereço para postagem é:

8º CINEFEST VOTORANTIM
Associação Audiovisual Francisco Beranger
Rua João Valter, 289, Sala 3, Centro. Votorantim/SP.
CEP 18110-020.

Dá uma olhada no regulamento e se inscreva!
Para dúvidas ou detalhes, dá uma ligada:
(15) 3247-1010
(15) 3243-1191
(15) 9603-1010.

Notícias rapidinhas de cinema XXXVII


1. E os boatos se confirmaram, a série animada "Capitão Planeta", famosa nos anos 1990, vai virar filme. A informação foi noticiada pelo site da revista "Entertainment Weekly" nesta terça-feira. O canal Cartoon Network assinou contrato com os produtores Susan Montford e Don Murphy ("Transformers: O Lado Oculto da Lua") e a produtora Angry Filmworks, para gravar um filme em live-action do super-herói. Ainda não há informações sobre o elenco do filme, nem a previsão de estreia.

2. A produtora Denise Di Novi está trabalhando numa nova adaptação para o cinema do clássico infantil "A Bela e A Fera". A versão em live-action vai ser dirigida por Guillermo del Toro (O Labirinto do Fauno), enquanto o papel de protagonista fica com Emma Watson, a Hermione de Harry Potter.

3. Lobão levará sua biografia - "50 anos a mil" para o cinema. Ele a definiu como uma "história da música popular brasileira dos anos 50 para cá". O longa, dirigido por José Eduardo Belmonte, começa a ser filmado em 2012 e tem lançamento previsto para 2013.

4. A 44ª edição do Festival de Brasília do Cinema Brasileiro – que este ano acontece de 26 de setembro a 3 de outubro – anuncia a lista dos filmes selecionados para as três categorias de mostras competitivas. Este ano, caíram critérios como o ineditismo e a separação de filmes por bitola. Assim, as categorias serão: Mostra competitiva de filmes de longa-metragem, Mostra competitiva de filmes de curta-metragem e Mostra competitiva de curtas-metragens de animação.

5. A 37ª edição do Festival de Cinema Americano de Deauville será o palco de uma homenagem ao diretor de "Victor Victoria", Blake Edwards, falecido em 2010. O homenageado é autor de longas-metragens como "Bonequinha de Luxo" e "A Pantera Cor-de-Rosa", filme no qual iniciou sua parceira com o ator inglês Peter Sellers.

6. Manoel de Oliveira é o diretor mais velho em atividade no cinema mundial. Aos 102 anos, voltará aos sets de filmagens com o filme "O Gebo e a Sombra", adaptação de livro homônimo de Raul Brandão. Situado no século XIX, a história será focada em um patriarca que sacrifica a própria vida para proteger o filho fugitivo. O roteiro foi escrito pelo próprio Manoel de Oliveira, que transpôs a trama do livro para Paris. No elenco estão Michel Piccoli (Sempre Bela), Leonor Silveira (Espelho Mágico) e Ricardo Trepa (Cristóvão Colombo - O Enigma) no elenco.

7. O ator e diretor Robert Redford será o responsável por adaptar para o cinema "The Company You Keep", romance de Neil Gordon. Redford interpretará um ex-militante da organização revolucionária Weather Underground, conhecida por suas atividades violentas. No filme, seu personagem é perseguido pelo FBI durante 30 anos, tempo no qual viveu sob uma identidade falsa que ameaça ser descoberta por um ambicioso jornalista vivido por Shia LaBeouf (Transformers).

8. David Carr, um pai solteiro ex-viciado em crack, e hoje um respeitado colunista de mídia do jornal "New York Times", é o fio condutor do documentário "Page One". Em cartaz nos EUA e sem distribuidora no Brasil, o filme passa um ano no rastro de repórteres da editoria de mídia, formada em 2008 para cobrir a revolução digital e os jornais mortos pelo caminho. "Page One" aborda casos polêmicos como o do WikiLeaks, site que vazou dados do governo para jornais, e traz curiosidades como um editor que tem em sua sala um pôster de "Cidadão Kane". Com direção de Andrew Rossi, a produção é de Kate Novack.

9. A rede UCI inaugura na sexta feira, dia 22, no UCI New York City Center, o primeiro IMAX do Rio de Janeiro. É o terceiro em território brasileiro. A sala para 350 pessoas, na Barra da Tijuca, vai abrir com "Harry Potter e as Relíquias da Morte - Parte 2" em 3-D. A rede IMAX deve ganhar ainda este ano uma sala na Granja Viana, em São Paulo, e a primeira em Porto Alegre em março de 2012.

10. O ator Paul Wesley (da série The Vampire Diaries) entrou para o elenco da nova versão de “Romeu e Julieta”. Wesley será o conde Paris na versão do clássico de William Shakespere do diretor Carlo Carlei. Douglas Booth e Haille Steinfeld interpretarão Romeu e Julieta. Também no elenco estão os atores Holly Hunter, que interpretará a babá de Julieta, Ed Westwick será Tebaldo, primo de Julieta, e Kodi Smit-McPhee será Benvólio, primo de Romeu. As filmagens devem começar em setembro.

segunda-feira, 18 de julho de 2011

"Cilada.com" de José Alvarenga Jr. 2011


Geralmente escrevo sobre filmes que gosto muito, mas às vezes também escrevo sobre filmes que me revoltam, afinal o cinema nacional é feito em grande parte com dinheiro público, então ao meu ver, a produção precisa me convencer que 'nosso' dinheiro foi bem empregado, o que não é o caso deste filme.

Não me considero uma super defensora do cinema de arte e de um cinema super reflexivo, às vezes, acessado por uma minoria, pois só é possível um 'ganha-pão' como profissional do cinema, numa produção que se encaixa em padrões de mercado, com feedback financeiro e captação de recursos. Sem dinheiro, muitos filmes não são possíveis, então um mercado é necessário.

Porém, fico revoltada, quando as produções parecem desperdiçar boas oportunidades, ainda que elas possam ser discutidas fora do espaço da sala de cinema, mas sem um bom repertório, sem uma boa mediação, algumas passagens importantes do filme podem ser absorvidas de maneira imatura e vulgar, comprometendo mais uma vez, a importância de se discutir determinados assuntos.

Reforço: não sou contra o cinema de circuito comercial, com efeito anestésico (aquele que não faz o público pensar, apenas relaxa) porque também gosto e preciso dele, mas sou contra o desperdício de boas oportunidades de se fazer um cinema com mais qualidade e que não ridicularize questões fundamentais a serem discutidas perante a sociedade.

Sou contra o esvaziamento da massa! 
É necessário haver espaço para tudo, tanto relaxar, como refletir!

Vamos ao filme!!

O filme é engraçado?! É...arranca boas risadas, mas é exageradamente vulgar. 
Excesso de palavrões, excesso de humor, excesso de descaso com a vida alheia.

Traz questões interessantes?! Traz....mas de maneira superficial e contextualizada de maneira inadequada. Porque inadequada?! Porque só traz essas questões, com o objetivo de provocar risadas e manter o público anestesiado, sem buscar reflexão ou aprofundamento. Busca a atualidade, sem questioná-la. E finaliza a história com o maior dos clichês: final feliz para todos! Num contexto 'real', seria um final improvável!

O filme conta a história de Bruno, um publicitário inconsequente, que trai a namorada de forma espetacular (flagrado no palco de uma homenagem durante o casamento da prima), e por vingança, ela, Fernanda, coloca um vídeo, de uma transa super rápida dos dois, na internet.

É esse suposto vídeo que vai desencadear o restante dos acontecimentos. Primeiro Bruno tenta reverter a situação, contratando um cinegrafista-pseudo-cineasta, para filmar alguma super transa atual e mostrar que não é o "Sr. Ejaculação Precoce" que todos julgam. Mas todas suas tentativas fracassam, num estilo tosco das comédias Adam Sandler, e ele parte então para o perdão da amada, reconhecendo seus vacilos e tentando reconquistá-la.

A questão do vídeo na internet é super interessante para discutir com os adolescentes, que impulsivamente costumam expor suas vidas na Internet, sem ter consciência do alcance.

O filme traz uma amostra dos desdobramentos de um vídeo de sucesso (muito acessado), com a remixagem do original no "Funk do coelho" e a presença da Fernanda em um programa de televisão, onde o auditório debate e a apresentadora traz a opinião de especialistas sobre ejaculação precoce, sem permitir que Fernanda, ou depois, Bruno, consigam de fato, defender seus verdadeiros pontos de vista.

Superficialmente demonstra a projeção que um vídeo postado na Internet pode alcançar: acesso grande de público, novas colagens em vídeo, repercussão na mídia, perda de controle (a namorada retira do ar, mas ele continua circulando por outras fontes) celebridade de rápida duração, exposição da vida pessoal, reconhecimenhto na rua, convite para entrevista, manipulação de objetivos e reais condições do vídeo, etc.

Todos os personagens riem e ridicularizam Bruno, inclusive a namorada, que não tem noção da projeção que o vídeo pode tomar. O filme só reflete espectadores passivos, que se divertem com o sofrimento alheio, típico da nossa sociedade. 

E em determinada cena, ainda ridiculariza um 'cinema' autoral, do cinegrafista "Marconha". 

Parece quase uma mensagem: ei cineastas-panacas que fazem coisas sem sentido!!! Quero ver vocês fazerem o público rir da desgraça alheia com essa baboseira!!!

Enquanto os envolvidos na produção de "Cilada.com", enriquecem as nossas custas, tamanha é a publicidade, bons filmes, com questões importantes, continuam à margem da sociedade, muitas vezes recusados por um público condicionado a apreciar apenas aquilo que relaxa a mente, ao invés de instigar a reflexão.
A própria questão do preconceito reaparece, onde o protagonista é ridicularizado, mas também ridiculariza, debochando de mulheres que falam errado, ou tem mau hálito, ou são mais liberais, e ainda, filma sem autorização, suas aventuras sexuais, incluindo um total desconhecido (Marconha) em situações de intimidade.
E para coroar a ridicularização das diferenças, mostra um ator negro e gordo na nudez total, sem qualquer motivação sensível, apenas para provocar ainda mais risos, diante do desencontro com a faxineira de Bruno. Por quê? Para quê?!

Em nenhum momento a sinceridade, franqueza ou respeito são protagonistas. Mas ainda assim, o personagem se dá bem, com um caprichado pedido de desculpas e um 'te amo' nunca pronunciado, reconquistando sua ex-namorada, encerrando os péssimos acontecimentos do filme. 

A super exposição e sua demissão são levadas na brincadeira, como se tudo fosse simples assim e as consequências tivessem pouca repercussão na vida das pessoas envolvidas. Só o amor importa, nada mais! Bela baboseira...

Não foi só uma traição para ser dialogada na intimidade, mas um espetáculo do absurdo na frente de toda família e amigos. E a vingança posterior, foi uma super exposição na Internet e na televisão. Não acho fatos tão simples de serem superados sem maturidade. Dois totais imaturos numa relação. É necessário muito mais diálogo e desdobramentos para uma solução tão simples!

Enfim, se eu amassaria o filme e jogaria no lixo sem piedade? Não!
Com mediação, pode ser uma importante ferramenta de discussão, porém sem ela, esse filme é um risco, um desperdício ao dinheiro público, onde obras mais criativas, nem sempre reflexivas, são mais interessantes que essa!

sexta-feira, 15 de julho de 2011

Notícias rapidinhas de cinema XXXVI


1. Paris vai exibir até o dia 30 de agosto a primeira grande retrospectiva sobre o belga Pierre Culliford, o pai dos Smurfs - personagens de animação que em breve serão lançados no cinema. A exposição reúne mais de 200 objetos vinculados ao autor, como pranchas originais nunca antes expostas, arquivos e fotografias que repassam a vida e obra de Peyo. As aventuras dos Smurfs chegaram à televisão nos anos 1960, lançaram seu primeiro filme em 1974 e foram adaptados à programação televisiva nos anos 1980, pelas mãos da produtora Hanna-Barbera. 

2. A Cinemateca Brasileira, na zona sul de São Paulo, exibe até o final de julho um panorama dos filmes de animação franceses. A mostra terá desde "Fantasmagoria" (1908), considerado o primeiro desenho animado da história, até "Um Gato em Paris" (2010), última produção francesa do gênero. Mais infos aqui.

3. O diretor espanhol Jaume Collet-Serra vai realizar para Warner Bros. uma adaptação para o cinema de "Akira", um mangá transformado posteriormente em um filme de animação japonês. O longa de animação de 1988, baseado também no romance gráfico de Otomo que foi publicado pela primeira vez em 1981, passa no Japão pós-Segunda Guerra Mundial e se tornou um filme de arte.

4. A 12ª edição do Festival de Cinema Latin Beat de Nova York apresentará em agosto 23 filmes de 11 países da América Latina, incluindo um sucesso de bilheteria entre os adolescentes brasileiros e um clássico do terror nacional: "As Melhores Coisas do Mundo", da brasileira Laís Bodanzky, e o documentário "Che, um Homem Novo", do argentino Tristán Bauer. Outro filme brasileiro que será homenageado será o terror cult "Esta Noite Encarnarei no Teu Cadáver", do cineasta Zé do Caixão. O clássico de 1967 será exibido com a trilha sonora original, apresentada pelo guitarrista Gary Lucas. O evento de cinema latino-americano mais antigo, pioneiro do tipo na Big Apple, será realizado de 10 a 24 de agosto e terá ainda filmes da França, Alemanha, Espanha e Estados Unidos.

5. "Febre do Rato", novo filme de Cláudio Assis foi o grande premiado do Paulínia Festival de Cinema 2011, vencendo em oito categorias: melhor filme, ator (Irandhyr Santos), atriz (Nanda Costa), fotografia, montagem, direção de arte, trilha sonora e o Prêmio da Crítica. "O Palhaço", de Selton Mello, rendeu ao ator e diretor o seu segundo prêmio de melhor direção no Festival de Paulínia. Entre os documentários, "Rock Brasília", de Vladimir Carvalho, foi escolhido o melhor filme. Premiação completa aqui.

6.  Surgem novos boatos de que Michael C. Hall é o ator escolhido para protagonizar o remake de RoboCop. A produção será dirigida pelo brasileiro José Padilha (Tropa de Elite).

7. Quentin Tarantino se comprometeu a atuar em um faroeste dirigido pelo italiano Franco Nero. O cineasta deve interpretar um vilão que será assassinado com uma moeda de ouro disparada por um revólver. O filme irá se chamar "The Angel, the Brute and the Wise" e será uma homenagem a John Huston e Sergio Leone.

8. A atriz de "Desperate Housewives" Eva Longoria protagonizará cenas de romance lésbico na comédia "Without Men". No filme, Longoria toma o comando de um vilarejo latino-americano que perde todos os seus homens quando eles são recrutados por um grupo de guerrilheiros. A comédia tem ainda em seu elenco Christian Slater, que vive um jornalista norte-americano que vai ao vilarejo.

9. A Oficina Pequeno Cineasta convida crianças e jovens para transformarem suas idéias em um filme na 2ª edição do Festival Internacional Pequeno Cineasta, que ocorrerá em novembro deste ano no Cine Glória, no Rio de Janeiro. Estão abertas as inscrições para a última turma de 2011, que terá apenas 10 vagas. Os selecionados colocarão a mão na massa e conhecerão as etapas do processo de filmagem, desde a criação do roteiro, storyboard, operação de câmera, luz, arte, direção, produção, som e montagem, até chegar o momento de assistir a própria obra! Mais infos aqui

10. Globo faz a limpa em vídeos no YouTube. Emissora decide remover vídeos de "O Astro" e "Insensato Coração" e a ideia é que mais programas da grade da emissora saiam do YouTube ao longo do tempo. Eles defendem propriedade intelectual e que os vídeos da programação ficam disponíveis no portal, mas só para assinantes, claro!

Revista Bravo: Anarco cineasta


Febre do Rato, novo filme de Cláudio Assis (Amarelo Manga, Baixio das Bestas - foto), foi o grande premiado do Paulínia Festival de Cinema 2011, vencendo em oito categorias: melhor filme (prêmio de 250 mil reais), ator (Irandhyr Santos), atriz (Nanda Costa), fotografia, montagem, direção de arte, trilha sonora e o Prêmio da Crítica.

E a edição da Cult este mês trouxe uma reportagem especial sobre este polêmico cineasta, defensor de um cinema inovador e ousado. 

Assis não gosta do rótulo de polêmico, pois seu objetivo não é provocar, mas transgredir e mostrar um lado mais realista nas narrativas, discutir sobre a realidade social através do cinema.

"De que lado você samba, de que lado você vai sambar?" (Chico Science)

"De que lado está seu cinema? É um cinema para manter as coisas como estão? Ou para pensar, mudar? E teu compromisso com a sociedade sobre as questões de preconceito? Quem é você?! Para que você é artista?!" (Cláudio Assis)

Ele também diz que o cinema feito no Brasil só fala de miséria e violência, ou então só dá continuidade à programação televisiva. E há ainda os que ser alguma coisa, mas não dão a cara pra bater. Talvez ele faça justamente isso, dá a cara a bater!

"O mal do Brasil é que as pessoas querem ser cineastas. Isso dá um status que tem a ver com dinheiro e poder. Você é um ser especial, incomum. Tem de ter a resposabilidade de mostrar o que quer dizer."


"Meu cinema é muito plugado na realidade social. Acho que o mundo é muito injusto com todo mundo. E, por mais que entrem questões como o amor e a anarquia do poeta, a gente tem um problema social que é muito grave e não dá para se ausentar. E o momento que eu tenho para estar presente nessa discussão é num filme!" (Claudio Assis)

Cinema nacional protagoniza evento no Moma de Nova York

DA EFE, EM NOVA YORK

O cinema brasileiro contemporâneo protagoniza a partir desta quinta-feira um ciclo no Museu de Arte Moderna de Nova York (Moma), que projetará trabalhos de diretores novatos e consagrados.

"O ciclo mostra a força e vivacidade das produções brasileiras recentes, com algumas estreias promissoras", disse o museu em comunicado.

Sob o título "Premiere Brazil!", o museu projetará até o dia 27 de julho uma seleção de 14 filmes, quatro deles estreias internacionais, como "VIPs", dirigido por Toniko Melo e protagonizado por Wagner Moura; e "Diário de uma Busca", no qual a diretora Flavia Castro narra a história de seu pai, o ativista Celso Afonso Gay de Castro.

O museu nova-iorquino exibirá também "Amor?", de João Jardim, filme construído a partir de entrevistas com casais recriadas por atores profissionais; e "Noitada de Samba - Foco de Resistência", de Cély Leal, sobre um clube de samba no Rio de Janeiro transformado em símbolo de resistência política no início dos anos 1970.
 
    
Wagner Moura em cena de "VIPs", longa de Toniko Melo que está no ciclo

Algumas dos filmes tratam temas históricos com a perspectiva atual, como "Santos Dumont: Pré-Cineasta", na qual o diretor Carlos Adriano explora o espírito inovador do aviador e sua relação com os primórdios do cinema; e "Utopia e Barbárie", documentário de Silvio Tendler que explora meio século de globalização no Brasil.

O ciclo inclui ainda uma retrospectiva do diretor Cao Guimarães, autor de documentários, como "O Fim do Sem Fim", sobre o desaparecimento de algumas profissões; "Acidente" (2006), que segue o percurso do diretor por 20 cidades de Minas Gerais; e "Alma do Osso", um olhar sobre a vida de um idoso que vive isolado em uma caverna.

O Moma projetará também "Riscado", dirigido por Gustavo Pizzi, e "Chico Xavier", de Daniel Filho.

Abertas as inscrições para a III Semana dos Realizadores

por Lucas Salgado


Estão abertas até o próximo dia 19 de agosto as inscrições para a III Semana dos Realizadores, mostra que acontecerá no Rio de Janeiro e que exibirá filmes brasileiros - entre longas, médias e curtas metragens - em sua maioria inéditos no país e com pouco espaço no circuito comercial.

A mostra geralmente acontece em setembro, durante a semana que antecede o Festival do Rio, mas este ano será realizada uma semana após o evento internacional, entre os dias 20 e 27 de outubro, no Unibanco Arteplex.

A III Semana dos Realizadores conta com o patrocínio do governo do estado por intermédio da RioFilme. Para os cineastas interessados em participar da mostra, basta visitar o blog oficial.

Já o Festival do Rio acontecerá entre os dias 6 e 18 de outubro, tendo saído de setembro em razão da realização do Rock in Rio na capital fluminense.

quarta-feira, 13 de julho de 2011

Anima Mundi terá Carlos Saldanha e outros mestres da animação mundial

Diretor do filme 'Rio' dará palestra e participará de dois debates. Além dele, estão confirmados Shinichiro Watanabe, David Daniels e Miwa Matreyek.

Carlos Saldanha em frente a um dos paineis da exposição sobre seu filme 'Rio', no Museu Nacional de Belas Artes

Carlos Saldanha em frente a um dos paineis da exposição sobre seu filme 'Rio', no Museu Nacional de Belas Artes (Marcos Michael)
 
O Anima Mundi 2011, cuja 19ª edição acontece de 15 a 24 de julho, no Rio de Janeiro, vai homenagear o diretor Carlos Saldanha, que este ano, mais uma vez, arrastou milhões de espectadores aos cinemas de todo o mundo com a animação Rio. O carioca, que ainda traz no currículo Robôs e a trilogia Era do Gelo, compartilhará um pouco da sua experiência e conhecimento em dois momentos: no Papo Animado, com uma palestra dedicada aos seus trabalhos, e em duas mesas de debate no VI Anima Forum, série de encontros que discute os rumos e as novidades do mercado.

A palestra de Saldanha , intitulada ‘Rio – Quadro a Quadro’, vai abordar detalhadamente todos os passos necessários para se realizar uma superprodução animada, da concepção ao lançamento em escala mundial. Já o forum, composto de quatro mesas, abordará temas como roteiro, os desafios da animação brasileira e as relações entre estúdios e animadores. O encontro coroa o amadurecimento da animação brasileira e prepara o terreno para novos e maiores investimentos neste segmento, que possui certas especificidades de produção.


Além de Saldanha, outros mestres da animação também foram escalados para essa edição do festival. É o caso do japonês Shinichiro Watanabe, admirado por trabalhos como a emblemática série que deu origem ao longa
Cowboy Bebop: the Movie, e o seriado Samurai Champloo. Ele será a estrela de um Papo Animado e de uma sessão retrospectiva.

Os brasileiros também terão a oportunidade de trocar experiências com o americano David Daniels, conhecido pelo trabalho em diversas vinhetas publicitárias e clipes musicais (como em
Big Time, de Peter Gabriel). Ele falará sobre uma técnica criada e desenvolvida por ele, a strata-cut animation, que constrói o movimento através de fatias em sequência de um mesmo bloco de massinha.

Também vinda dos Estados Unidos, Miwa Matreyek vai mostrar porque é um dos nomes mais disputados por renomados festivais de arte internacionais. Posicionada atrás de uma tela, que exibe seu filme de animação projetado, Miwa interage com as imagens e mescla os conceitos de animação, teatro e artes visuais. Ela vai apresentar uma performance de cerca de 20 minutos em algumas sessões por dia, em dias alternados.


Depois do Rio de Janeiro, o Anima Mundi segue para São Paulo, entre os dias 26 e 31 de julho.


Confira abaixo os locais das sessões, palestras, oficinas, workshops e outras atividades do festival:


RIO DE JANEIRO (15 a 24 de julho)

Locais de Exibição
Obs: Pagam meia-entrada: maiores de 60 (sessenta) anos e crianças até 12 (doze) anos.

Centro Cultural Banco do Brasil (CCBB)

Rua Primeiro de Março, 66 – Centro
Informações: (21) 3808-2020
Horário de funcionamento: 9h às 21h
Ingresso: R$ 8,00 (meia entrada R$ 4,00)
Sessões gratuitas: Infantis – retirada de senhas somente no dia da sessão com 1 hora de antecedência

Cinema Odeon BR

Praça Floriano, 7 – Centro
Informações: (21) 2240-1093
Horário de funcionamento: 12h às 20h
Ingresso: R$ 8,00 (meia entrada R$ 4,00) - Vendas por dia, a partir da abertura da bilheteria

Centro Cultural Correios

Rua Visconde de Itaboraí, 20 – Centro
Informações: (21) 2253-1580
Horário de funcionamento: 12h às 19h
- Sala de Cinema
Entrada Franca - Classificação Livre -
Sessões Futuro Animador - As sessões são exibidas ininterruptamente, sem retirada de senhas à partir de 12h30.
- Praça Animada - Praça dos Correios
Ingresso: R$ 8,00 (meia entrada R$ 4,00)
Vendas de ingressos: Bilheteria do CCBB - Vendas antecipadas para todos os dias

Casa França-Brasil

Rua Visconde de Itaboraí, 78 - Centro
Informações: (21) 2332-5121
Horário de funcionamento: Estúdio Aberto: Ter a Dom 13h às 19h - Entrada Franca

Arteplex Botafogo

Praia de Botafogo, 316 Térreo – Botafogo
Informações: (21) 2559-8750
Horário de funcionamento: 12h às 22h
Ingresso: R$ 8,00 (meia entrada R$ 4,00) - Vendas por dia, a partir da abertura da bilheteria

Oi Futuro Flamengo

Rua Dois de Dezembro, 63 – Flamengo
Informações: (21) 3131-3060
Horário de funcionamento: 11h30 às 18h
Ingresso: R$ 8,00 (meia entrada R$ 4,00) - Vendas por dia, a partir da abertura da bilheteria

Oi Futuro Ipanema

Rua Visconde de Pirajá, 54/3º andar - Ipanema
Informações: (21) 3201-3010
Horário de funcionamento: 13h30 às 21h
Ingresso: R$ 8,00 (meia entrada R$ 4,00) - Vendas por dia, a partir da abertura da bilheteria


SÃO PAULO (26 a 31 de julho)

Locais de Exibição
Obs: Pagam meia-entrada: maiores de 60 (sessenta) anos e crianças ate 12 (doze) anos.

Fundação Memorial da América Latina

Av. Auro Soares de Moura Andrade 664 - Barra Funda
Informações: (11) 3823-4600
Horário de funcionamento: 11h às 24h
Ingresso: R$ 8,00 (meia entrada R$ 4,00) - Vendas antecipadas para todos os dias

Centro Cultural Banco do Brasil (CCBB)

Rua Álvares Penteado, 112 – Centro
Informações: (11) 3113-3651, 3113-3652
Horário de funcionamento: 10h às 20h
Ingresso: R$ 8,00 (meia entrada R$ 4,00) - Vendas antecipadas para todos os dias

Cine Livraria Cultura

Rua Padre João Manoel, 100 - loja 1 - Cerqueira César
Informações: (11) 3285-3696
Horário de funcionamento: 14h às 23h
Ingresso: R$ 8,00 (meia entrada R$ 4,00) - Vendas antecipadas para todos os dias

Espaço Unibanco de Cinema

Rua Augusta, 1.475 - Cerqueira César
Informações: (11) 3288-6780
Horário de funcionamento: 14h às 23h
Ingresso: R$ 8,00 (meia entrada R$ 4,00) - Vendas antecipadas para todos os dias

terça-feira, 12 de julho de 2011

74 de 100 blockbusters são seqüências, remakes ou adaptações

Texto original aqui.

Há 5 meses, Kirby Ferguson lançava a primeira parte, de uma série de quatro, de seu documentário “Everything is a Remix”.

E com ele uma tese chocante: de que hoje, a maior parte da produção cultural é remixada. Materiais coletados, combinados e transformados em algo novo. “Criação requer influência”.

Dos 10 filmes que mais arrecadaram nos últimos 10 anos, 74 de 100 são seqüências ou remakes, ou adaptações de quadrinhos, games e livros. “Transformar o velho em novo é o maior talento de Hollywood”.

Três seqüências de um filme adaptado de uma atração de parque temático. Já temos um filme musical musical baseado em um musical que foi baseado em um filme. Temos também duas seqüências de um filme adaptado de um desenho animado que foi baseado em uma linha de brinquedos.

Temos também 11 filmes de “Star Trek”, 12 “Sexta-Feira 13″ e 23 “James Bond”. Eu citaria também a série “Jogos Mortais”, que pelas notícias que li no últimos anos deve estar hoje na versão 74.

E para o restante, 26/100 que não é uma adaptação, remake ou sequência, a palavra “original” não pode ser usada para descrevê-los adequadamente. Fazem parte de subgêneros básicos, que são apropriados, transformados ou subvertidos. Para isso, Ferguson usa como exemplo o maior blockbuster do ano passado: “Avatar”.

Pôsteres minimalistas de filmes famosos

Achei essa matéria bacana e selecionei os cartazes que mais gostei!! Confira abaixo!

Um designer brasileiro chamado Pedro Vidotto recriou uma série de pôsteres de filmes famosos com uma abordagem um tanto diferente. Ele utilizou o estilo do minimalismo, em que são utilizados pouquíssimos elementos gráficos, mas sem que o sentido original seja prejudicado. Ao ver o trabalho dele você concordará que os elementos que ele utilizou representam muito bem os filmes. Os pôsteres ficaram genialmente maravilhosos!










Notícias rapidinhas de cinema XXXV


1. Martin Scorsese cria expectativa com seu novo longa "Hugo" em 3D. O filme conta com um elenco de jovens atores, como Asa Butterfield (O Menino do Pijama Listrado) e Chloë Moretz (Kick-Ass - Quebrando Tudo) nos principais papéis, além de contar com Jude Law, Christopher Lee, Sacha Baron Cohen, Ben Kingsley, Ray Winstone, Richard Griffiths e Michael Stuhlbarg no elenco. A previsão de estreia no Brasil é janeiro. 

2. A produtora Infinitum Nihil, do ator Johnny Depp, confirmou participação em mais dois projetos em parceria com a Disney. O ator deverá protagonizar os dois filmes: um longa será sobre um jornalista que investiga crimes sobrenaturais no filme "The Night Stalker", uma refilmagem de um longa da década de 70 e outro sobre a história do herói da guerra de independência dos Estados Unidos, Paul Revere. Até 2012, Depp mostrará o rosto no cinema em outros quatro projetos. O primeiro a estrear será "The Rum Diary", baseado na obra de Hunter S. Thompson. Ele está previsto para estreaer nos Estados Unidos em outubro deste ano.

3. Arnold Schwarzenegger, ex-herói de filmes de ação e ex-político, retorna às telas com o western "The Last Stand", dirigido pelo sul-coreano Jee-woon Kim, e com previsão de lançamento em 2012. O longa é sobre um sujeito arrasado de 63 anos que tem uma decisão moral a tomar. Schwarzenegger também estava trabalhando em um filme intitulado "Cry Macho" e tinha anunciado planos para dublar um super-herói com vida dupla em uma série animada de TV em estilo de história em quadrinhos intitulada "The Governator", mas os dois projetos estão suspensos desde escândalos da vida pessoal do ator. Sua última participação no cinema foi no filme de ação de 2010 "Os Mercenários".

4. Um filme no qual é você quem decide o final. Esta é a ideia por trás do projeto "Inside", encabeçado pelas empresas Intel e Toshiba. Espectadores poderão enviar tweets e mensagens via Facebook para a personagem principal, Cristina. Ela é uma mulher de vinte e poucos anos que está presa em uma sala, e tem à sua disposição um laptop com conexão à internet. Como não sabe onde está e nem o que está fazendo ali, Cristina decide acessar suas redes sociais para obter mais informações. O primeiro episódio será publicado no dia 25 de julho. A partir de então, usuários poderão dar dicas para a personagem via Facebook e Twitter. Um espectador poderá, ainda, participar de um dos episódios. Mais informações sobre o projeto podem ser encontradas aqui.


5. John Cusack vai se juntar a Nicole Kidman, Zac Efron e Matthew  McConaughey no elenco do drama independente "The Paperboy". O ator entrou no projeto para substituir Tobey Maguire,que foi obrigado a se afastar por conta da falta de tempo na agenda. O longa é baseado no romance de Peter Dexter que conta a história de dois irmãos que tentam livrar um inocente da pena de morte. A direção é de Lee Daniels, de Preciosa (2009). The Paperboy chega aos cinemas em 2013.

6. Vera Farmiga estreia na direção de seu primeiro filme, "Higher Ground".  O longa é uma adaptação do livro "This Dark World: A Memoir of Salvation Found and Lost", de Carolyn Broiggs, ainda sem tradução para o português. A autobiografia, passada no decorrer dos anos 60 e 70, acompanha a vida da autora, uma adolescente que cresce no seio de um culto fundamentalista cristão, cujos membros flertam com elementos da cultura hippie, em voga na época.

7. O documentarista Errol Morris (A Brisa da Morte - 1991) planeja adentrar novamente no mundo das produções narrativas e, para isso, está trabalhando na adaptação do romance "O Demônio no Freezer", de Richard Preston. O foco da história é sobre a varíola, e aborda os riscos de o vírus da doença, erradicada nos anos 70, cair nas mãos de grupos terroristas. Ainda não possui estreia prevista. Sua produção, no entanto, só deverá iniciar quando Morris tiver finalizado "We Froze The First Man" e "The End Of Everything", ambos sem previsão de estreia. De acordo com as informações divulgadas até o momento, um lançamento em meados de 2013 é bastante provável.

8. Alice Braga embarca ainda esta semana para Vancouver, no Canadá, para filmar “Elysium” com o ator Matt DamonWagner Moura também integra o elenco e interpretará um vilão.

9. Premiados em Cannes com o curta “O Ramo”, em 2007, Marco Dutra e Juliana Rojas exibiram no 4º Paulínia Festival de Cinema o longa “Trabalhar Cansa”, que em maio passado competiu na mostra Un Certain Regard, do mesmo festival francês. Esse foi o primeiro filme produzido no Polo de Cinema de Paulínia exibido num festival internacional. O ponto de partida para o roteiro foram as relações de trabalho, transformando a dinâmica de um família de classe média, composta por Helena (Helena Albergaria) e Otávio (Marat Descartes), que perde o emprego, na mesma época em que sua mulher abre um mercadinho de bairro. A previsão de estreia é agosto.

10. Confirmado boato de novo projeto entre o roteirista Charlie Kaufman e o diretor Spike Jonze (responsáveis por Quero Ser John Malkovich e Adaptação). A nova produção, ainda sem título, tem data de estreia prevista para o mês de março de 2012. E correm boatos que Joaquin Phoenix estaria ligado ao longa, provável escolhido para viver o protagonista. Ainda não há previsão de lançamento do filme no Brasil. 

Algumas coisas que você talvez não saiba

Depois de ler a matéria "100 coisas que talvez você não saiba", resolvi selecionar algumas relacionadas ao cinema, tecnologias e mídias.

Sobre cinema, publicidade e afins:


• O som dos passos do E.T no filme ‘’E.T’’ foram feitos com gelatina;
• Wayne Allwine, a voz do Mickey, era casado com Russi Taylor, voz da Minnie;
• Walt Disney recebeu um oscar, e 7 miniaturas pela branca de neve;
• O super-homem é o super-herói mais retratado na TV;
• Senhor Cabeça-de-Batata foi o primeiro brinquedo a ter uma propaganda de TV;
• O nome inteiro da Barbie é Bárbara Millicent Roberts;
• O Mc Donald é o maior distribuidor de brinquedos do mundo;
• Os criadores da marca Puma e Adidas são irmãos;

Sobre tecnologias:


• Alexander Graham Bell, o inventor do telefone, não podia ligar para sua mulher, ela era surda;
• É impossivel criar uma pasta com o nome ''con'' se você tiver Windows;
• O antecessor do Google search era o Backrub;
• As cordas das guitarras eram feitas originalmente de tripas de gato;
• É proibido entrar no México com mais de 2 CD’S;

Sobre celebridades:


• A pessoa mais rica já falecida é Elvis Presley e seu cabelo era loiro;

• Elvis tirou uma nota ''C'' em sua aula de música;
• George Bush já foi chefe de torcida
• Harry Houdini morreu no Halloween;
• Paris Hilton calça 43;
• Tom Anderson, criador do Myspace é a pessoa com mais amigos virtuais na internet;
• O piloto da Nascar Tim Flock é o único piloto da história a fazer um pit stop para retirar um macaco do carro;

Dez coisas que você não sabia sobre o YouTube

Notícia original aqui.
 
Rafael Sbarai
 
Descubra abaixo dez curiosidades sobre o YouTube

1. O astro teen Justin Bieber reina no YouTube. O clipe de 'Baby' é até hoje o vídeo mais visto nos seis anos do site, com mais de 520 milhões de visualizações, seguido de Lady Gaga e seu 'Bad Romance' (mais de 367 milhões de visualizações). O terceiro vídeo mais visto é um filme caseiro, o singelo 'Charlie bit my finger' (308 milhões de visualizações), que se resume a um bebê mordendo o dedo do irmão.

2. Assistir a todos os vídeos já postados no site levaria 1700 anos. Atualmente, segundo dados do YouTube, a cada minuto são enviadas 35 horas de vídeos, o que equivale a 15.000 filmes na íntegra por semana. Com tanta produção, não espanta que muitos vídeos passem despercebidos. Ou quase. Já há um serviço especializado em filtrar os arquivos de audiência nula. Trata-se do blog Zero Views, dedicado a chamar a atenção para os vídeos que ninguém viu (em geral por boas razões).

3. As mulheres são apenas 30% da audiência do YouTube no Brasil e preferem vídeos sobre maquiagem, dicas de beleza e truques usados por celebridades, conforme pesquisa do YouTube. Na categoria termos mais pesquisados no site, destacam-se os jovens cantores Luan Santana e Paula Fernandes.

4. Em 2006, o Google desembolsou 1,6 bilhão de dólares pelo YouTube. Em 2009, o então CEO Eric Schmidt admitiu que pagou 1 bilhão de dólares a mais do que o site realmente valia para afastar da disputa os rivais Microsoft e Yahoo. E ainda por cima esvaziou seu próprio projeto de vídeo, o Google Vídeo, que chegou a superar o Youtube em certos recursos, como a possibilidade de disponibilizar conteúdos com duração acima de cinco minutos. No mês que vem, o Google Vídeo terá finalmente suas atividades encerradas.

5. O primeiro vídeo a atingir a marca de um milhão de visualizações foi o de Ronaldinho Gaúcho, hoje no Flamengo. No vídeo de 2005, o meia acerta o travessão quatro vezes seguidas, sem deixar a bola cair, durante treino do seu ex-clube, o Barcelona, da Espanha. O lance inacreditável rendeu intermináveis discussões na internet, até que se provou o óbvio: era uma montagem, um bem-sucedido viral a serviço de uma marca esportiva.

6. O YouTube reúne uma série de aplicações que permitem produzir, mixar e editar vídeos. Há ferramentas para fazer pequenos ajustes e incluir trilha sonora, criar animações sem a necessidade de desenhar, transformar em vídeo uma coleção de fotos, mapas e áudios e até produzir conteúdo em formato 3D.

7. Aos 34 anos, Chad Hurley ostenta uma das maiores fortunas da internet. Ao lado do amigo Steve Chan, Chad fundou o YouTube em 2005 e no ano seguinte amealhou 300 milhões de dólares, de um total de 1,6 bilhão desembolsado pelo Google. Depois de deixar o comando da plataforma de vídeos, Chad decidiu abraçar o mundo da moda e criou sua própria grife, a Hlaska. Mas o Vale do Silício suspeita que Hurley esteja ensaiando seu retorno. O empresário é casado com a filha de James Clark, o fundador da Netscape Communications. Comenta-se que Chad e Chan estão trabalhando em uma nova startup para a indexação de vídeos.

8. O YouTube é campeão de audiência em todos os mercados que atua, mas até hoje só dá prejuízo: 1,6 milhão de dólares por dia, estimam analistas. Em 2010, a plataforma encontrou pela primeira vez um concorrente: o emergente Hulu, que tem participação dos canais americanos NBC e Fox. Segundo dados divulgados em março, o YouTube recebeu 143 milhões de visitas únicas no país, enquanto o Hulu obteve "apenas" 27 milhões. Mas quando comparado o tempo que o usuário gasta com cada serviço, o Hulu chega perto: 215 minutos contra 275 do YouTube. E, ao contrário do YouTube, o Hulu tem se mostrado um serviço lucrativo. Em 2010, sua receita pulou de 108 milhões de dólares para 240 milhões de dólares.

9. O YouTube está presente em 25 países e disponível em 43 idiomas. É o terceiro site mais acessado em todo o planeta, atrás da empresa-mãe Google e do Facebook. Por dia, mais de 4 milhões de pessoas compartilham pelo menos um link nas redes sociais. Uma mensagem propagada no Twitter, por exemplo, resulta automaticamente em uma média de seis novas sessões no site. Por seu sucesso, a rede está sempre na mira das ditaduras: já foi proibido na China, Irã, Líbia, Tunísia e Turcomenistão. E foi suspenso no Brasil: em 2007, o serviço parou por uma decisão da Justiça favorável à apresentadora Daniela Cicarelli, por causa de um vídeo picante estrelado ao lado do então namorado Renato Malzoni Filho.

10. O Google mantém uma equipe de olheiros que monitora produções com mais de 500.000 visualizações. Conforma a audiência, o YouTube oferece ao produtor a venda da espaços de propaganda. O modelo de negócio será agora turbinado. O Google decidiu investir 100 milhões de dólares, segundo o Wall Street Journal, com o objetivo de concorrer com os canais de TV, paga ou aberta. O investimento vai abastecer a grade de pelo menos 20 novos canais, cujo formato o YouTube ainda desenha. O foco da programação serão produções independentes de baixo orçamento.

Notícias rapidinhas de cinema XXXIV


1. Em todas as tardes de domingo de julho o Cine Olido, no centro de São Paulo, exibe filmes dirigidos e interpretados por Charles Chaplin. As sessões ocorrem às 15h e às 17h, com ingressos que variam de R$ 1 (entrada inteira) a R$ 0,50 (meia-entrada). Entre os longas selecionados estão clássicos como “O Garoto”, de 1921; “O Circo”, de 1928; e “Luzes da Cidade”, de 1931, considerado um dos melhores trabalhos do diretor, elogiado pela crítica e até por cineastas como Orson Welles, Stanley Kubrick e Federico Fellini. Mais infos aqui.

2. A produção do 39º Festival de Gramado anunciou os filmes selecionados, entre longas brasileiros e estrangeiros e curtas nacionais, as produções selecionadas disputarão 18 troféus: em cada segmento, será escolhido um destaque para os prêmios de melhor filme, diretor, ator, atriz, roteiro e fotografia. Os escolhidos para a tradicional Mostra Gaúcha deverão ser revelados na próxima semana. Mais informações podem ser encontradas no site oficial do evento.

3. Confirmada nova parceria entre a atriz espanhola Penélope Cruz e o cineasta norte-americano Woody Allen, após trabalho em "Vicky Cristina Barcelona", no qual rendeu um Oscar para a atriz em 2009, sendo o primeiro a ser conquistado por uma atriz espanhola. "Bop Decameron", novo filme de Woody Allen é uma comédia sobre italianos e norte-americanos em Roma, e inclui no elenco Roberto Benigni, Alec Baldwin, Ellen Page e Ornella Muti. As filmagens já iniciaram e o projeto conta com um orçamento de 17 milhões de euros.

4. Inscrições abertas para o DOCTV América Latina III. Documentaristas de todo o Brasil podem participar. Para conferir o Regulamento, a Ficha de Inscrição e tirar as suas dúvidas sobre o Programa, clique aqui. O prazo final de inscrição é 14 de julho. O projeto premiado receberá 70 mil dólares para produção. Página institucional do programa aqui.

5. Jerry Bruckheimer, produtor dos filmes da série Piratas do Caribe, confirmou "Piratas do Caribe 5" e contará com Johnny Deep, como capitão Jack Sparrow, mais uma vez.

6. Rodrigo Santoro está cotado para interpretar o cantor Lobão, num filme sobre a vida do cantor, com direção de José Eduardo Belmonte.

7. Spike Lee será o diretor do remake do thriller coreano "Oldboy", de 2003, projeto que já esteve nas mãos de Steven Spielberg e Will Smith. "Oldboy" conta a história de um homem que fica preso por 15 anos e, quando consegue a liberdade, percorre Seul atrás de vingança. O longa é considerado um marco do cinema asiático e venceu o Grande Prêmio do Júri do festival de Cannes em 2004. A previsão de estreia é para 2012, terá roteiro escrito por Mark Protosevich, ao lado de Roy Lee e Doug Davison.

8. Chris Hemsworth foi escalado por Ron Howard (O Código Da Vinci) para protagonizar 'Rush', drama que será centrado na rivalidade entre os pilotos Niki Lauda e James Hunt, nos anos 70. As filmagens devem começar no início de 2012.

9. Walton Goggins integrou o elenco de Lincoln, próximo filme de Steven Spielberg, baseado na vida do presidente americano Abraham Lincoln. As filmagens de Lincoln começam a partir de setembro, na Virgínia, EUA. O lançamento deve acontecer no final de 2012.

10. Entre os dias 23 de julho e 3 de agosto no bairro do Jaraguá, em São Paulo, vai rolar a 1ª oficina de ANIMAÇÃO das OFICINAS TELA BRASIL! O período de inscrição já está aberto. Inscreva-se! Mais infos aqui.

segunda-feira, 11 de julho de 2011

Relação de filmes selecionados para o 39ª Festival de Gramado

Notícia original aqui.

por Virgílio Souza

Pouco menos de um ano depois de premiar o filme Bróder, dirigido por Jeferson De, em suas três principais categorias, a produção do Festival de Gramado anunciou os concorrentes de sua próxima edição, a 39ª da história. Entre longas brasileiros e estrangeiros e curtas nacionais, as produções selecionadas disputarão 18 troféus: em cada segmento, será escolhido um destaque para os prêmios de melhor filme, diretor, ator, atriz, roteiro e fotografia. Os escolhidos para a tradicional Mostra Gaúcha deverão ser revelados na próxima semana. Mais informações podem ser encontradas no site oficial do evento.

Confira a relação abaixo - divulgada na coluna de Luis Zanin, no site do diário Estadão - e torça para que pelo menos parte dela chegue ao circuito comercial no restante do país:


Longas Brasileiros:
As Hiper Mulheres (documentário - Carlos Fausto, Leonardo Sette, Takumã Kuikuro – Pernambuco)
O Carteiro (Reginaldo Faria – Rio Grande do Sul)
Olhe Pra Mim de Novo (documentário - Claudia Priscilla e Kiko Goifman – São Paulo)País do Desejo (Paulo Caldas – Rio de Janeiro)
Ponto Final (Marcelo Taranto – Rio de Janeiro)
Riscado (Gustavo Pizzi – Rio de Janeiro)
Uma Longa Viagem (documentário - Lúcia Murat – Rio de Janeiro)

Longas Estrangeiros:
A Tiro de Pedra (Sebastian Hiriat – México)
El Casamiento (documentário - Aldo Garay – Uruguai)
Garcia (Jose Luis Rugeles – Colômbia)
Jean Gentil (Laura A. Guzmán & Israel Cárdenas – República Dominicana, México e Alemanha)
La Lección de Pintura (Pablo Perelman – Chile)
Las Malas Intenciones (Rosario Garcia Montero – Peru, Alemanha, Argentina)
Medianeras (Gustavo Taretto – Argentina, Espanha, Alemanha)

Curtas Nacionais:
A Melhor Idade (Angelo Defanti – Rio de Janeiro)
A Mula Teimosa e o Controle Remoto (Helio Villela Nunes – São Paulo)
A Musa da Minha Rua (Adolfo Lachtermacher – Rio de Janeiro)
A Verdadeira História da Bailarina de Vermelho (Alessandra Colasanti e Samir Abujamra – Rio de Janeiro)
Calma Monga, Calma! (Petrônio de Lorena – Rio de Janeiro)
Céu, Inferno e Outras Partes do Corpo (Rodrigo John – Rio Grande do Sul)
Insustentável (Luisa Pereira – São Paulo)
Julie, Agosto, Setembro (Jarleo Barbosa – Goiás)
O Cão (Abel Roland e Emiliano Cunha – Rio Grande do Sul)
Orquestra do Som Cego (Lucas Gervilla – São Paulo)
Perfidia (Ramon Navarro - Distrito Federal)
Polaroid Circus (Jacques Dequeker – São Paulo)
Qual Queijo Você Quer? (Bittar – Santa Catarina)
Ribeirinhos do Asfalto (Jorane Castro – Pará)
Rivellino (Marcos Fábio Katudjian – São Paulo)
Um Outro Ensaio (Natara Ney – Rio de Janeiro)