quinta-feira, 28 de junho de 2007

"Cidadão Kane" de Orson Welles - 1941

"A ascensão de um mito da imprensa americana, de garoto pobre no interior a magnata de um império dos meios de comunicação. Inspirado na vida do milionário William Randolph Hearst." - Extraído do site Adorocinema.
Finalmente assisti a esse clássico cinematográfico. Nossa, como eu já tinha ouvido falar desse filme, mas por algum motivo obscuro e misterioso (hehe) eu ainda não havia assistido.
Achei a fotografia cin. fantástica, adquirida através das milhares técnicas diferentes, conseguidas através de milhares de movimentos de câmera diferentes. O cara é foda!
Assisti na aula de Narrativa Cinematográfica para avaliarmos um exemplo de Focalização Externa Múltipla, (se não me engano). Isso acontece quando o "narrador" parece saber mais que os personagens. (Considerando-se o jornalista investigativo do filme). E múltipla porque a história é tecida por vários personagens que contam, no seu ponto-de-vista, o que aconteceu.
Ok. Confusões a parte, a trama reúne peças de um quebra-cabeça que é montado através da narrativa de cada interrogado sobre a vida de Kane. O mistério gira em torno da última palavra antes de sua morte "Rosebud"que a meu ver, faz referência a época em que Kane se sentiu mais feliz. Alguém que teve tudo que quis e perdeu tudo que teve.
O filme tem tiradas, frases que parecem ditados, e uma bela montagem. Lá no meu íntimo, por estar muito ansiosa, achei o filme um pouco demorado, mas só lá no íntimo. hehe

Não tenho tanto a dizer, preciso assistir mais filmes e ler muito mais pra formar opiniões melhores e bem estruturadas. O filme vale a pena e "."

Um comentário:

Rodrigo disse...

Oi, achei teu blog pelo google tá bem interessante gostei desse post. Quando der dá uma passada pelo meu blog, é sobre camisetas personalizadas, mostra passo a passo como criar uma camiseta personalizada bem maneira. Até mais.