terça-feira, 27 de julho de 2010

"Life in a day - A vida em um dia"

video

Eu participei e você??

Olá pessoal!

O que você fez no dia 24 de julho de 2010? Documentou alguma coisa do seu dia? Já postou no youtube?

Faça parte de uma experiência cinematográfica histórica, denominada “A vida em um dia”.
O projeto é dos conhecidos Ridley Scott (diretor de “Gladiador” de 2000) e Kevin Macdonald (diretor do premiado “O último rei da Escócia” de 2006), em parceria com a comunidade youtube.
Os dois cineastas pretendem criar o primeiro longa-metragem do mundo, gerado por internautas.
6 bilhões de pessoas tiveram a oportunidade de registrar qualquer momento das 24 horas do dia 24 de julho de 2010 e tem até dia 31 de julho para postar no youtube!
Os vídeos mais originais e criativos selecionados terão seus nomes divulgados como colaboradores e 20 pessoas serão convidadas a participar do lançamento oficial do longa no Sundance Film Festival em janeiro de 2011.
A proposta é criar uma cápsula do tempo, que documente a vida na Terra em um dia, por diversas perspectivas diferentes.

Eu documentei meu irmão dormindo, as estradas de uma viagem de Floripa até Blumenau, uma deliciosa torta de morango no Caféhaus Glória, meu sobrinho de 4 dias amamentando e o outro de 4 anos, brincando.

E você? Participou da experiência?? Quer dividir aqui na coluna?

Mande um e-mail pra mim contando como foi sua participação, o que você filmou, editou, postou!

ally_cinema@yahoo.com.br

Bjão
Ally =)

Portal oficial: www.youtube.com/lifeinaday

terça-feira, 20 de julho de 2010

Top 25 - ING

O site americano IGN preparou uma lista com as 25 melhores animações de todos os tempos.

1 - A Bela e a Fera

2 - Wall-E

3 - Os Incríveis

4 - Toy Story 2

5 - O Gigante de Ferro

6 - South Park: Maior, Melhor e Sem Cortes

7 - Up - Altas Aventuras

8 - A Pequena Sereia

9 - Toy Story

10 - Branca de Neve e os Sete Anões

11 - O Estranho Mundo de Jack

12 - A Viagem de Chihiro

13 - Toy Story 3

14 - Akira

15 - Procurando Nemo

16 - Como Treinar o Seu Dragão

17 - O Rei Leão

18 - Ratatouille

19 - A Bela Adormecida

20 - Meu Vizinho Totoro

21 - O Fantástico Sr. Raposo

22 - O Fantasma do Futuro

23 - Fantasia

24 - Metropolis

25 - Batman: A Máscara do Fantasma

---

Obs.: Em negrito - já assistidos!

segunda-feira, 19 de julho de 2010

Comer em Floripa

Inspirada pelo blog: http://www.comeremfloripa.blogspot.com/
resolvi postar alguns lugares que valem a pena comer antes ou depois de ir ao cinema. hahaha

Agora no inverno, para quem curte festival de sopas:

Pão-por-Deus - um restaurante com decoração caseira e açoriana, que só abre no inverno para servir um festival de sopas maravilhoso.
Rua Xavier Câmara, 125 - Centro São José
Tel: (48)3247-1101
http://restaurantepaopordeus.com.br/?page_id=5

Café Del Sur - um espaço pequeno, mas muito charmoso para um público universitário, que serve sanduíches elaborados e um festival de sopas simples, mas muito agradável.
Rua João Pio Duarte Silva, 94 - Loja -08 Córrego Grande
Tel: (48) 3206-1536
http://cafedelsurfloripa.com.br/

Botecos para beber um bom chopp e bater papo com amigos:

Beco sport´s bar - um espaço pequeno, mas ideal para reunir os amigos e assistir jogos, comer um espetinho de qualidade e tomar uma cerveja bem gelada. É um lugar requintado para os amantes do futebol, mas indispensável de conhecer.
Rua Lauro Linhares, 897 Centro
Comercial Porto da Trindade
Trindade
Tel: (48)3364-4436
http://www.becosportsbar.com.br/

Quiosque da Brahma - espaço amplo, para tomar um original chopp brahma, acompanhado de excelentes acústicos musicais ou apresentações mais ousadas, das quais ainda não freqüentei.
Shopping Itaguaçu (próximo ao cinema)
Rua Geroncio Thives, 1079 | Barreiros
(48) 3343-7146
http://www.quiosquebrahma.com.br/itaguacu/

Chopp do Gus - boteco do rock indispensável. também serve um chopp brahma geladíssimo e também sempre acompanhado de bandas covers de rock muito legais. Indispensável conhecer a famosa batata com quatro queijos flambada.
R. João Pio Duarte Silva, 1650 - Córrego Grande (Obs.: Existe uma sede no Kobrasol também)
Florianópolis - SC, 88037-001
(0xx)48 3028-5807
http://www.choppdogus.com.br/

Restaurantes românticos:

Bistrô Isadora Duncan - um espaço reservado com pouco mais de cinco mesas, iluminado com velas, com vista para Lagoa da Conceição, completamente romântico. Serve um cardápio refinado, feito especialmente por um cheff e acompanhada de trilha ambiente. Fui levada lá no meu primeiro mês de namoro (há uns 4 anos atrás) e guarda como uma lembrança especial. É caro, mas vale a pena!
Rod. Jornalista Manuel de Menezes, 2658
Barra da Lagoa - Fpolis - SC
Tel: (48) 3232-7210
http://www.bistroisadoraduncan.com.br/

Trattoria do Guto - meu restaurante romântico favorito (versão Centro e Ingleses), serve massas, num ambiente à luz de velas e curiosamente decorado com objetos antigos. É aconchegante e cenário para jantares de casais apaixonados.
Av. Hercílio Luz, 1169 Centro
Tel: (48)3224-0974
http://www.itsitalian.com.br/

Comer sushi é aqui:

Nigiri Sushi Bar - Nem Myoshi ou Sushimassa, o verdadeiro festival de sushis é o "all you can eat". Nada de buffet, e sim, variados e frescos sushis, de acordo com o pedido.
Vale a pena conhecer o almoço executivo durante a semana, com 20 peças e 1 yaksoba.
Av. Afonso Delambert Neto, 413 - Lagoa da Conceição
Tel: 48 3232 5761
http://www.nigirifloripa.com.br/

Taisho Sushi Bar (& Floripana Churrascaria) - é um dos mais caros, mas foi um festival de sushis e pratos quentes da culinária japonesa mais inesquecíveis que já comi.
Av Beira Mar, 1210, 2º andar,
Centro
Tel 48 3025 4555.

Frutos do mar X visual:

Pitangueiras - um restaurante à beira e com vista para o mar, com cardápio variado , no final de uma rota de restaurantes de qualidade de Floripa. Nunca me esqueço do dia que passei comendo mariscos, iscas de peixe e camarões, regados com cerveja gelada e acompanhados de batatinha. Já fui em casal, com amigos e com a família. Excelente!
Rua Gilson da Costa Xavier, 2829
Sambaqui - SC
Tel: (48) 3335-0398

Fedoca by Cuca - não sou de moqueca, mas minha mãe não me deixa esquecer da noite em que experimentei a "Clássica Moqueca do Cheff Fedoca".
(versão Coqueiros, mas tem o da Lagoa)
Rua Desembargador Pedro Silva, nº 2.681
Praça do Meio - Atrás do Posto da Polícia Militar
Coqueiros - Florianópolis - SC
Tel: (48)3249-0402
http://www.fedoca.porsemprefloripa.com/

Pizza boa:

Terra Brasilis Pizzaria - pizzaria com vista incrível da ponte Hercílio Luz, ambiente aconchegante e requintado, onde fui diversas vezes comer uma boa pizza, em casal, amigos e família, e onde também fiz meu íntimo jantar de formatura, como o de outros amigos.
Rua Silva Jardim 1214
Prainha - Florianópolis, SC
Tel: (48) 3333-8889
http://www.terrabrasillis.com.br/

Pizzaria Nave mãe - é longe, mas vale a pena conhecer as pizzas bem recheadas e exóticas da Nave mãe. Indispesável experimentar a pizza doce de chocolate com morango.
Rua Laurindo J Silveira, 1296
Canto da Lagoa - SC, 80000-000
Tel: (48) 3232-8623

Barato, mas mata a vontade:

Espetinho de ouro - (muito melhor que o Bokas) restaurante simples, mas marca registrada do estreito para comer porções fartas de camarões à milaneza, lanches e outros petiscos.
Rua Virgilino Ferreira de Souza, 1 - Barreiros
São José - SC, 88117-700
(0xx)48 3346-6448

Camarões e cia - opção mais barata para comer uma seqüência de camarão, sem contar com uma bela vista. Fica num lugar discreto do Estreito que vale a pena pra matar a vontade.
Rua Ministro Ribeiro da Costa, 250 - Jardim Atlântico
Florianópolis - SC, 88095-210
(0xx)48 3348-7451

Ragazzo Fast Food Italiano - opção super barata para comer massas, ou beliscar algum calzone e salgadinho com os amigos. A bebida é super cara e o atendimento, um pouco melhor que o do Habib´s (mesma franquia). Em São Paulo, durante a Mostra de Cinema Internacional, foi o salvador da pátria.
Avenida Jornalista Rubens de Arruda Ramos, 1254
Ao lado do El Divino Lounge
Centro, Florianópolis / SC
http://www.ragazzofastfood.com.br/

Cenoura Pastéis (Kobrasol) - conheci quando era aqui em frete de casa, mas infelizmente agora só possui a versão do Kobrasol (acho eu). Costumava servir um pastel bem recheado numa variedade de opções. Adorava o rodízio de mini-pastéis, principalmente o de camarão e chocolate. Era barato, gostoso e bem calórico! hahaha Saudade das noites vendo Lost e comendo pastel de carne com minha mãe! (só não sinto saudade dos kilinhos a mais. credo!)
Rua Koesa, 310
Kobrasol, São José / SC
3257-5689
http://www.cenourapasteis.com.br/

Exóticos:

El Mexicano (versão Centro e Lagoa) - as duas versões são ótimas. Na Lagoa é bem mais animado, point obrigatório da galera e opção perfeita para tomar tequila e comer nachos com amigos na noite de Floripa. Já a do Centro é mais reservada e serve um festival de comida mexicana bem interessante. O atendimento é instável, tem vezes que é ótimo e a comida bem variada, em outras, lento e monótono, mas vale a pena experimentar. Fica ainda mais divertido quando acompanhado da cantoria animada das músicas típicas.
Beira Mar Norte
Centro
- Florianópolis / SC
Tel: (48) 3224-6353
http://www.elmexicano.com.br/

------------

Vale a pena conhecer em outras cidades:

Casa di Bel@ - conheci numa viagem da universidade (Purungo 2005).
Fica numa área aparentemente residencial, e parece um sítio no quintal.
Tem decoração típica, inclusive na louça.
É um espaço diferente, que serve uma comida bem caseira, com destaque para o brigadeiro de panela (que vem numa panelinha de ferro para comer com a colher)
Rua Visconde do Rio Branco, 432
Curitiba - PR, 80410-000
(41) 3225-1806

"Coisa de cinema" Hamburgueria - Conheci na versão antiga, quando era completamente decorado com cartazes de filmes nas paredes, e tinha mesas feitas com antigas roletas de bilheteria. Foi reformado, mas ainda serve os lanches com nomes de filmes, inclusive no tamanho como o gigante lanche longa-metragem. Indispensável para os amantes de lanches e cinema! hehehe
Avenida do Estado, 4851
Balneário Camboriú - SC, 88330-000
(0xx)47 3366-7735

Galeria dos Pães - inesquecível padaria de ricos, que conheci em São Paulo. hahaha serve pães e muitas outras coisas bem diferentes e bem caras, mas também serve um buffet de sopas gostoso e acessível pro bolso. Vale a pena conhecer! Os frequentadores são bem variados, como nós, na época univsersitários indo pra Mostra de Cinema, em contrastes com patricinhas e madames.
Rua Estados Unidos, 1645
Jardim América - São Paulo SP
http://www.galeriadospaes.com.br/
-----
E aí? Alguma dica sua??
Escreva! =)

"A estrada" de John Hillcoat 2009

Ao chegar no balcão da locadora, a atendente apenas me disse que o filme é tão confuso quanto "Onde os fracos não tem vez", alegando ser um filme sem início e fim.
Eu sinceramente não entendi a razão da comparação, mas concordo que não tenha início e fim claros e agradeço muito por isso, ou a proposta perderia completamente a razão de ser.
Não há nenhum discurso moralista evidente, nem ao menos qualquer esclarecimento, basta um repertório mínimo para entender que a proposta do filme é mostrar um destino possível para a raça humana, enquanto não se conscientizar dos atos que poderão resultar na própria extinção.
É um recorte da vida humana pós-destruição, sem ao menos mostrar a luz no fim do túnel. Talvez uma metáfora do diário desafio de apenas viver.
Viver num mundo tão farto e desperdiçar cada abençoado dia de simplesmente estar vivo.
O que aconteceria se o mundo não tivesse mais energia, vegetação e alimento?
A essência para nossa sobrevivência. Ou até se não existisse mais fé?
Desejar a morte é a única saída.
Um planeta destruído, dividido pelos que ainda lutam para sobreviver sem perder a humanidade, e pelos que nunca a tiveram.
Focado num pai e filho, buscando o simples objetivo de sobreviver até onde for possível, num cenário de horror, já retratado em filmes como "Mad Max" e "Ensaio sobre a cegueira".
Até que ponto o homem chegaria pela sobrevivência?
Engraçado pensar que o cinema é usado para retratar um futuro aonde nem ao menos existe, onde talvez seja completamente desnecessário. Uma mera lembrança humana.
E diante de um cenário monocromático de horror, morte, lembranças e falta de fé, destaco um trecho narrado pelo pai (Viggo Mortensen) ao lembrar da esposa, "Se eu fosse Deus, criaria o mundo do jeito que é, sem mudar nada, pois só assim eu teria você!"
As pessoas costumam confundir os atos humanos com atos de Deus.
Só o homem é responsável pelo próprio destino, isto é o livre arbítrio.
Não existe mágica, apenas ações reais de ação e reação.
De colher o que se planta.
Os bons sofrem pelos maus, porque a humanidade é uma escolha.
O que nos resta é ter fé de que tudo isto que vivemos seja apenas uma passagem, um purgatório, mas se nem isso for, ainda vale a pena pensar nas coisas boas da experiência de viver. Vale a pena acreditar que o certo é ser bom e escolher ser humano.

segunda-feira, 12 de julho de 2010

"Eclipse" de David Slade 2010


Para os amantes da saga Crepúsculo, "Eclipse" preserva a sensação de expectativa, dúvida e tensão sexual, presentes no terceiro livro de Stephanie Meyer.
Direcionado para adolescentes, encanta e atrai cada vez mais devotos, (ou melhor dizendo, devotas) ainda que tardiamente, inspirando seriados, tendências de moda e gerações precoces.
Segundo David Gilmour em seu livro "Clube do filme", assumo que a saga inteira, tanto dos livros e filmes, faz parte da minha lista gigantesca de "prazeres culpados" favoritos. E olha que adooooro um "prazer culpado".
Assumo até que sinto borboletas no estômago quando Edward ou Jacob aparecem na tela e assumo ainda, que me rendo aos suspiros da sala lotada de cinema, (com maioria esmagadora de público do sexo feminino) em pleno sábado ensolarado de inverno.
Programa luluzinha: assistir a deliciosa vitória da alemanha sobre a argentina no Quiosque da Brahma, regado ao chopp geladíssimo e com sorriso no rosto, (refri e chocolate devidamente comprados), ir rumo à primeira sessão de cinema da tarde.
Confesso que não fiquei na fila da pré-estreia, mas como podem ver, não esperei muito tempo para saborear o terceiro filme da saga. E minhas amigas (também acima dos 20) estavam tão ansiosas quanto eu.
É sempre um desafio adaptar uma obra literária para o cinema, qualquer que seja.
Se no livro, a fantasia e imaginação são ditadas pelo leitor, no filme, tudo é entregue de bandeja e só resta aos fãs confirmar ou reprovar suas expectativas frustradas. Com muita sorte, algum detalhe supera a imaginação (com muita sorte).
Porém, o que mais me marcou no livro foi justamente a sensação de incerteza da personagem Bella ao ter que escolher entre o amor de Jacob e de Edward.
Para alguns parece óbvio, a oferta simples de viver dois romances com trajetórias tão diferentes, mas durante o livro, a sensação como leitora é a mesma de Bella. A incerteza entre escolher o que parece o mais certo (o quente, acolhedor e mortal) e aquilo que realmente se quer e nos completa, ainda que seja o caminho mais inconseqüente e tentador, típico da juventude.
Não lembro de no livro, essa metáfora ter sido tão bem esclarecida, como me pareceu no diálogo final do filme entre ela e Edward na clareira favorita, algo do tipo, "...nunca me senti na incerteza de ter que escolher entre você e Jacob, mas sim entre o que eu deveria ser e o que realmente sou. Sempre me senti deslocada e agora encontrei meu lugar." Ou seja, a menina quer realmente ser uma vampirinha.
E pra mim, o desejo de Bella tornar-se vampira, é muito mais que gostar de sangue e tornar-se imortal. Com tantas adolescentes e mulheres encantadas por um côrtes e ultrapassado Edward, num mundo onde a violência e sexo são completamente banalizados pelas gerações "Malhação ID", tornar-se vampira é eternizar-se.
É deixar de se sentir deslocada. É encontrar-se. Sentir-se completa.
É preservar a juventude (grande temor das mulheres) e ficar ao lado do grande amor, que não tem defeitos, que não envelhece (nem peida, arrota ou é grosseiro depois do casamento).
É preservar o romantismo e viver uma história de amor verdadeira.
Para muitos, é um romance superficial, ridículo e desnecessário, (principalmente para as mentes e corações mais insensíveis) mas para sonhadoras e românticas como eu, é o resgate de algo que tem se tornado raro nos relacionamentos reais.
"Eclipse" nos apresenta essa essência: do homem irreal, idealizado, simbolizado pelo caloroso e engraçado Jacob ou melancólico e romântico Edward.
Nunca um tradicional pedido de casamento (defendido bravamente por uma mormon Sthephanie) provocou tanto suspiro no cinema. Bella, desajeitada e contemporânea, rendeu-se aos caprichos de Edward, como o próprio público (principalmente feminino), que há tanto superou o significado de flertar, cortejar e esperar. É o reflexo de um desejo adormecido, esquecido, mas desesperadamente buscado no romance adolescente.
No primeiro filme, Crepúsculo, considerado tolo aos olhos dos curiosos e desinteressados, os únicos dois beijos que acontecem, são furiosamente desejados pelas leitoras/espectadoras.
Vivemos numa overdose de relações carnais, e no entanto, um beijo tão singelo, com uma leve tensão sexual, nos borboleta violentamente no estômago. Só sendo mulher pra entender!
(acho que só nós conhecemos aquela sensação do coração ir na boca de quando o celular toca no tão esperado dia seguinte, de quando o msn pisca ou um scrap novo é escrito, ou ainda quando ouvimos o som da mensagem do celular antes de dormirmos).
Só nós parecemos entender que a fantasia vale muito mais que o ato concreto, muitas vezes frustrado por um beijo ruim, uma noite caótica ou uma experiência para ser deletada da memória.
Voltando a sala de cinema, ouve-se "bichona" quando Edward recusa Bella sexualmente. E como mulheres, também nos irritamos, ora bolas, mas são reações típicas de uma geração masculina que quase não respeita a sutileza do toque e cortejo e de uma geração feminina que deixou de se valorizar como mulher. Reforço: overdose de relações carnais.
E ao mesmo tempo que nos irritamos, ficamos na expectativa ainda maior, do que está por vir, no doce (e culpado) prazer de fantasiar.

A vida em um dia - LIFEINADAY

Portal oficial: www.youtube.com/lifeinaday


Está para acontecer uma experiência cinematográfica histórica, denominada “A vida em um dia”. O projeto é dos conhecidos Ridley Scott (diretor de “Gladiador” de 2000) e Kevin Macdonald (diretor do premiado “O último rei da Escócia” de 2006), em parceria com a comunidade youtube.

Os dois cineastas pretendem criar o primeiro longa-metragem do mundo, gerado por internautas. No dia 24 de julho, 6 bilhões de pessoas terão 24 horas para documentar algum momento do seu dia e postar no youtube até dia 31 de julho.

Os vídeos mais originais e criativos selecionados terão seus nomes divulgados como colaboradores e 20 pessoas serão convidadas a participar do lançamento oficial do longa no Sundance Film Festival em janeiro de 2011.

A proposta é criar uma cápsula do tempo, que documente a vida na Terra em um dia, por diversas perspectivas diferente.

“Do que você tem medo?

O que você mais ama?

O que faz você rir?

E o que tem no seu bolso?”

Estas são algumas das perguntas que Kevin propõe serem respondidas através dos vídeos. Mas o banal não está descartado. Se for o dia do seu casamento ou aniversário de um amigo. Talvez uma visita no hospital, o nascer do sol ou o simples trajeto do trabalho para casa pode ser registrado e postado. Tudo está valendo!

No portal do youtube há dicas do que fazer e não fazer na hora de gravar seu vídeo e há um clipe de 1 minuto, com uma prévia do que se espera dos experimentos do penúltimo sábado de julho.

Anotado na agenda!

Filmes do mês - julho

São atualizados no decorrer do mês.

06L-"Um sonho possível" de John Lee Hancock 2009 (4)
05L-"A estrada" de John Hillcoat 2009 (4)
04L-"A caixa" de Richard Kelly 2009 (2)
03C-"Toy Story 3" de Lee Unkrich 2010 (3)
02T-"A volta do todo poderoso" de Tom Shadyac 2007 (3)*
01C-"Eclipse" de David Slade 2010 (3)
------

*Filmes Revistos Organização: Ordem crescente - em números.

Nome do filme + diretor + ano.
Códigos: A (em aula); C (cinema); D (dvd próprio), L (locadora), P (pirata), T (tv).

Notas:
(0) horrível OU nem me pagando pra ver de novo.
(1) ruim OU no máximo de graça.
(2) razoável OU dá pra ver na Sessão da Tarde ou na Tela Quente.
(3) bom OU pra locar na Videolocadora.
(4) muito bom OU esse vale a pena ver no cinema.
(5) excelente OU marcou a minha vida.