quinta-feira, 12 de março de 2009

Era uma vez uma cor vermelha.

Eu vi num curta. Gostei. Inventei.
Era uma vez uma cor vermelha.
E ela gostava da azul.
Ela combinava com a azul.
A azul foi viajar. Ela sente falta. A falta dói.
Por enquanto ela vai se distrair com amarelas, laranjas, rosas, verdes, mas nada se compara à azul.
A azul é top. É única. É perfeita.
Ela completa a cor vermelha da forma mais primária. Insubstituível.

Um comentário:

JG disse...

Oi Ally,

Li quase tudo do teu blog.

Muito bom! Parabéns!

PS: Conheci a Bianca também heheh

Bjs